EXPERIÊNCIAS - Como um beduíno no Saara (MARROCOS)
Inaugurando a nova era do Cidadania Mundial, descubra como é viajar para o Deserto do Saara, ver o pôr do sol e o dia nascer andando em camelos, jantar com os beduínos, contemplar o espetacular céu noturno de lá e dormir numa tenda berbere no meio do nada, neste que é o 1º artigo de conteúdo após a reformulação do site... Não é pra menos, afinal, sendo essa uma ocasião especial, o tema também tinha que ser: uma experiência única e fantástica, num destino incrível e inédito até o momento aqui no CM - tanto o país (Marrocos), quanto o continente (África)!
camelos beduinos deserto saara marrocos (6).JPG

Originalmente, minha ideia era escrever sobre a jornada que fiz pelo Reino do Marrocos, mas logo percebi que mesmo se fosse um artigo do tipo Diário de Viagem (como os que estão na seção Blog), o tamanho dele ficaria gigantesco; apesar de não ter sido uma viagem comprida (encaixei ela entre dias livres do mestrado que eu estava cursando na Espanha), percorri várias centenas de quilômetros dentro do país, visitando diferentes cidades, sem contar o próprio caminho em si, que passa por paisagens sensacionais! Então, resolvi guardar uma parte de todo esse conteúdo para artigos futuros e focar, aqui, apenas no ápice da aventura: viver, por um dia, como um beduíno no Saara! 😃

camelos beduinos deserto saara marrocos (8).jpg

Algumas empresas estabelecidas na cidade de Marrakech - provavelmente o principal destino turístico do Marrocos - vendem distintas opções de "tours" para os diferentes desertos do país. Depois de pesquisar bastante, escolhi o que parecia ter o melhor custo-benefício e se encaixava na disponibilidade que eu e meu brother italiano que estava viajando comigo tínhamos, além de que, de quebra, com esse tour ainda conheceríamos o mítico Saara - o maior e mais famoso deserto do mundo! 😃

lua deserto saara marrocos (2).JPG

Saímos de Marrakech bem cedo numa van, passamos o dia viajando na direção do interior do país pelas sinuosas e vazias estradas marroquinas, fizemos paradas nos altíssimos Montes Atlas (onde vimos até neve!) e em Ouarzazate, e cerca de 12 horas e 400km depois, chegamos a Zagora, já nas bordas do Deserto do Saara e perto da fronteira com a Argélia. Nos arredores desse povoado, encontramos com os beduínos, subimos em nossos camelos e, guiados por um dos homens do grupo, percorremos o caminho até o acampamento onde passaríamos a noite...

camelos beduinos deserto saara marrocos.jpg

Galera de camelos esperando galera de turistas

camelos beduinos deserto saara marrocos (4).JPG

Começando a experiência... "Bom menino!!" 😁

Esse passeio durou aproximadamente 1h30 e foi feito no fim do dia, o que gerou imagens espetaculares do pôr do sol no deserto...

por do sol camelos beduinos deserto saara marrocos.JPG
camelos beduinos deserto saara marrocos (9).jpg

Eu e meu brother já felizes pacas por presenciar tudo isso... E a gente nem sabia que ia melhorar ainda mais! 😃

Uma curiosidade é que os "camelos" do norte da África são, na verdade, dromedários! Eles só têm uma corcova, enquanto os camelos propriamente ditos têm duas, são mais peludos e vivem na Ásia. Mas por que também são chamados de camelos? Porque popularmente os dromedários são conhecidos como "camelos árabes", e a forma simplificada de falar isso é... Camelos! 😂

camelos beduinos deserto saara marrocos (1).jpg

Conhece esse "beduíno" de olho azul? 😁

camelos beduinos deserto saara marrocos (3).jpg

Colocando os garotos pra descansarem depois do percurso, com o nosso guia que muito provavelmente se chamava Mohamed

Eles são bichos muito curiosos pra quem, como eu, não está nada acostumado: são enormes, pesados, lentos, fazem uns barulhos estranhos e têm uma cara engraçada, mas são muito mansos e obedientes! 😊

camelos beduinos deserto saara marrocos (2).jpg

Meu camelo reclamando de sair na foto

O acampamento era formado por tendas dispostas em formato de círculo, e realmente ficava no meio do NADA. Chegamos lá ao anoitecer, e o isolamento total faz com o que o silêncio e a escuridão do lugar sejam assombrosos! Evidentemente, as instalações eram bem simples: havia 2 tendas comunitárias, sendo uma para as refeições e outra que era um banheiro (claro que sem chuveiro ou água quente), e as demais eram os dormitórios. Poucas pessoas estavam fazendo o mesmo tour, então eu e meu brother pudemos pegar uma tenda que tinha quatro colchões só pra gente. Lá dentro as coisas têm cara de velhas e eu não sei com que frequência eles fazem limpezas (se é que fazem), mas pelo menos não fediam... Por uma noite, dá pra aguentar - faz parte da imersão no lifestyle beduíno! 😂

 

Vale lembrar que estávamos viajando no inverno (janeiro), e que no deserto a temperatura despenca a menos de zero durante a madrugada! É necessário estar bem preparado, porque ainda que as tendas sejam bem forradas, é realmente muito frio - só não foi pior porque felizmente quase não ventou quando estivemos lá, mas ainda assim também tivemos que pegar pra gente os cobertores dos colchões desocupados pra conseguir aguentar!

tenda jantar acampamento deserto saara marrocos.jpg

Esperando o prato principal: tadjine marroquino!

O jantar, é claro, é preparado pelos beduínos - que não são árabes, mas berberes; é uma outra etnia, com cultura, língua e costumes próprios. A comida é bastante exótica, mas bem gostosa! Depois da ceia, fomos todos pro centro do acampamento, num breu total, e ficamos ao redor duma fogueira, enquanto os beduínos tocavam e cantavam suas músicas tradicionais... E como eu sou baterista, obviamente acabei pedindo pra experimentar os instrumentos de percussão deles e me diverti tirando um som junto com os caras! 😃

beduinos fogueira deserto saara marrocos.JPG

Toda a experiência já estava sendo legal DEMAIS, mas sem dúvida, o melhor de tudo foi o céu limpo e estrelado do deserto, com uma lua especialmente SURREAL!! 

lua deserto saara marrocos (1).JPG

Como é possível?! Parece um sol!!

Por causa da ausência de luzes, poluição e nuvens, naturalmente a visibilidade do céu noturno nesse tipo de ambiente já é excelente. E eu até já tinha tido algumas experiências semelhantes não muito tempo antes, em alguns lugares específicos da Nova Zelândia - só que sem lua cheia! Já no vazio do Saara, o grande diferencial foi justamente a presença desse astro (que lá parece brilhar MUITO mais do que o normal), com um belo extra: sem querer a gente ainda conseguiu dar uma sorte ainda maior, porque além de ter lua cheia, nos contaram que na noite anterior havia tido um eclipse lunar e que devido a isso, ela fica parecendo GIGANTE! Não sei bem qual é a relação ou a explicação científica, mas o fato é que sim, o brilho absurdo, as mudanças de cor com o passar das horas e o tamanho da lua estavam simplesmente INACREDITÁVEIS - eu acho que nunca na vida tinha visto algo assim!! 😮

lua deserto saara marrocos (3).JPG

Minha câmera até que é boa (nenhuma foto aqui tem qualquer filtro ou edição!), mas não tem jeito: se não for uma realmente profissional e acompanhada dum tripé, infelizmente fica impossível transmitir a mesma beleza que seus olhos veem num espetáculo como esse... No entanto, com bastante paciência e insistência, consegui tirar essas fotos que permitem pelo menos ter uma ideia do que estava acontecendo!

dia nascendo deserto saara marrocos (1).jpg

Algumas horas depois, contemplando mais um show da natureza que se iniciava...

dia nascendo deserto saara marrocos (3).JPG

O dia seguinte também começa cedo. Vê-lo nascer, com o sol aparecendo por detrás das dunas e montes, e dividindo o céu com a lua que ainda demora bastante pra sumir (os dois astros ficam brilhando ao mesmo tempo por umas 2 horas!), é um espetáculo ainda mais bonito que o pôr do sol!

acampamento tendas deserto saara marrocos.jpg

Saindo do acampamento

camelos beduinos deserto saara marrocos (10).jpg

Olha lá a lua, relutando pra ir embora! 😃

A despedida acontece com um café da manhã berbere e mais 1h30 de camelo durante o amanhecer, seguindo por outro caminho até os arredores de Zagora novamente. De lá, partimos de volta pra Marrakech em mais uma longa viagem, com uma pausa em Ait Ben Haddou (um Patrimônio Mundial da UNESCO).

 

Obviamente, todo esse "rolê" cansa bastante (fora as assaduras causadas por andar nos camelos 😂), mas será que precisa responder se o esforço vale a pena ou não?! Recomendadíssimo, principalmente pra quem gosta de experiências diferentes e exóticas!

dia nascendo deserto saara marrocos (2).jpg

Últimos momentos como um beduíno no Saara...

dia nascendo deserto saara marrocos (4).JPG

... E primeiros momentos novamente como um ocidental, prestes a voltar à civilização

A propósito, esse foi um novo, único e inesquecível item para a lista de melhores experiências em viagens de todos os tempos - e logo na minha 1ª visita à África (o último continente que faltava para eu pisar)... Obrigado, Marrocos!! 😃

camelos beduinos deserto saara marrocos (5).JPG
camelos beduinos deserto saara marrocos (7).jpg

 

 

 

••• "Partiu Saara"?! Então agora encontre AQUI as melhores opções de HOSPEDAGEM em Marrakech, Ouarzazate Zagora! •••



Até a próxima viagem! =)

 

 

 

"Destino RBBV"